Momos Tibetanos

21:15:00 Carla Carvalho 0 Comments



Esta é uma receita muito especial. O resultado final é uma delícia e impossível não se ter vontade de voltar a fazer. Para quem nunca provou, são semelhantes a raviólis.

Segundo a história tibetana, os Momos eram um prato reservado para dias especiais de festa. Para a sua confeção usavam a melhor farinha que iam guardando e carne de iaque, de ovelha ou de cabra. A carne era um ingrediente muito raro na alimentação dos tibetanos, o que fazia dos Momos um relíquia gastronómica.



A receita que vos trago é com carne de porco, mas podem fazer com outras opções de carne, de marisco ou simplesmente vegetarianos.

Ingredientes
Massa
- 500g de farinha de trigo sem fermento (usei Espiga, tipo 55)
- 200ml de água morna
- Pitada de sal (usei flor de sal)

Recheio
- 500g de carne de porco (com alguma gordura e sem osso)
- 1/2 couve chinesa
- 1 lata de tomate pelado - 400g
- 1 cebola média
- 1 dente de alho
- Azeite q.b.
- Pimenta q.b.
- Sal q.b.

Para a preparação
- Recipiente para cozer a vapor, de preferência uma panela de bambu
- Papel vegetal
- Rolo para esticar a massa

Para a refeição
- Molho de soja


Para poder concretizar a receita vai precisar de um recipiente para cozer a vapor. O ideal é uma panela de bambu, que dará um sabor singular ao prato.

Vamos começar pela confecção do recheio.
Num tacho coloque um fio de azeite e leve ao lume em fogo brando.
Pique a cebola, o alho e o tomate pelado ao mesmo tempo (se usar um eletrodoméstico) ou então fique bem tudo individualmente e depois coloque em simultâneo no azeite. Deixe a refogar enquanto trata da carne.
Aconselho a comprar a carne inteira e pica-la em casa, mas se não tiver outra opção compre já picada. Acrescente a carne ao refogado.
Temperar com sal e pimenta e deixe a apurar em lume médio/baixo por uns minutos.
Enquanto a carne finaliza, vamos preparar a massa.

Tal como na confeção da massa do Pão Chapati, a preparação da massa pode ser feita com as mãos ou com a ajuda de um eletrodoméstico para amassar, como uma máquina de fazer pão ou um robot de cozinha. Eu usei o Robot Chef Kenwood, com o gancho para amassar. Tanto manualmente como no robot, o modo de preparação é o mesmo.
Junte um pouco de água à farinha e sal e comece a amassar. Vá juntando aos poucos a água. E depois de toda a água estar na massa, deixei a amassar cerca de 20-25 minutos, em velocidade média/alta.
Se amassar à mão tem de ter em conta que o tempo é superior e com intervalos para descansar os braços. No processo manual é preciso sovar bem a massa.


Quando obtiver uma boa massa de pão, fofa e homogénea, pode passar à preparação dos Momos.
Estique a massa numa superfície lisa e enfarinhada. Quanto mais fina ficar a massa, mais saborosos ficam os Momos. Com a ajuda de um cortante ou por exemplo um copo, corte a massa em círculos de aproximadamente 8 cm, coloque uma colher de chá de recheio no centro de cada e feche de forma a criar uma trouxa. Não apanhei o jeito à primeira, mas o segredo é ir fazendo umas pregas.


Depois de toda a massa transformada em trouxas, é o momento final de pôr os Momos a cozer.
Corte pequenos quadrados de papel vegetal e distribua os Momos pela panela com um papel por baixo. O papel vegetal vai impedir que se peguem.
Se usar a panela de bambu terá de usar uma frigideira ou caçarola bem larga e coberta com água. Leve ao lume e quando começar a aquecer coloque a panela de bambu (tapada). Vai ter de ir repondo a água, que evapora com alguma rapidez.
A cozedura demora cerca de 40-50 minutos.


Delicie-se comendo os Momos simples ou molhados em molho de soja.

Sugestões

0 comentários: